Para estas celebridades nem mesmo a morte os impede de continuar faturando alto. Conheça os 13 mortos mais bem pagos do mundo em 2021.

A revista Forbes divulgou no último dia 30 sua lista anual das 13 celebridades mortas mais bem pagas em 2021.

Graças aos fluxos recorrentes de royalties, há uma mina de ouro no cemitério.

Ao todo, a lista "Dead Celebrities" da Forbes deste ano arrecadou US$ 960 milhões, mais do que o triplo do ano passado.

Liderando a lista dos mortos que mais faturaram em 2021 está Roald Dahl. O criador de "A Fantástica Fábrica de Chocolate" fez muito sucesso em vida.

Escreveu 43 livros que foram adaptados para 16 longas-metragens, mas depois de sua morte, em 1990, sua fortuna disparou.

Em setembro, 31 anos depois que Dahl morreu, a Netflix pagou US$ 684 milhões pela Roald Dahl Story Company. 

A venda da biblioteca Dahl dá ao famoso autor infantil não só a entrada na lista, como a primeira posição na lista da Forbes das celebridades mortas mais bem pagas de 2021, com ganhos de US$ 513 milhões. 

Prince ficou em segundo lugar neste ano com US$ 120 milhões, graças a um acordo que seus irmãos fizeram para vender parte de seu catálogo de sucessos.

Michael Jackson, que liderou nossa lista por oito anos consecutivos de 2013 a 2020, fica em terceiro lugar com US$ 75 milhões.

Além de Dahl, os estreantes deste ano incluem Luther Vandross, Bing Crosby e o compositor Gerry Goffin.

Esses e outros super-ricos continuam gerando dinheiro mesmo após a morte, reforçando a importância de um planejamento sucessório para deixar a família financeiramente amparada.

Veja a lista de quem continua fazendo milhões.

A classificação da Dead Celebrity inclui ganhos antes dos impostos de vendas, fluxos, acordos de licenciamento e outras fontes entre 30 de outubro de 2020 e 30 de outubro de 2021, bem como aquisições de imóveis feitas ou anunciadas durante o mesmo período, antes de serem deduzidas taxas para agentes, empresários, advogados e executores.

1- Roald Dahl

  • Ganhos em 2021: US$ 513 milhões (1º lugar)
  • Ganhos em 2020: Estreante 
  • Data da morte: 23 de novembro de 1990 (74 anos)
  • Causa: Câncer

Os herdeiros de Dahl escolheram a Netflix para vender sua participação na empresa Roald Dahl Story Company por US$ 684 milhões.

Agora, é a detentora da obra completa de Roald Dahl, autor de livros infantis de sucesso que incluem “Matilda” e “A Fantástica Fábrica de Chocolate”.

A gigante do streaming planeja construir uma enxurrada de programação a partir desse material.

A Netflix está pronta para lançar um remake de Matilda em Dezembro de 2022 e A Fantástica Fábrica de Chocolate em 2023.

2- Prince

  • Ganhos em 2021: US$ 120 milhões (2º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 10 milhões (10º) 
  • Data da morte: 21 de abril de 2016 (57 anos)
  • Causa: Overdose

Desde que morreu, em 2016, decorrente de uma overdose acidental, Prince participou de todas as listas anuais da Forbes.

Este ano, o cantor subiu para o segundo lugar, faturando US$ 120 milhões, graças a um acordo de seus irmãos de venderem cerca de 43% de suas participações, por um total estimado de US$ 108 milhões, para a editora musical e a empresa de gestão Primary Wave. 

Isso inclui o catálogo com sucessos como “When Doves Cry” e “Little Red Corvette”.

3- Michael Jackson

  • Ganhos em 2021: US$ 75 milhões (3º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 48 milhões (1º)
  • Data da morte: 25 de junho de 2009 (50 anos)
  • Causa: overdose / homicídio

Michael Jackson liderou a lista de celebridades mortas que mais faturaram por oito anos consecutivos. Em 2021, chega em terceiro lugar com US$ 75 milhões.

O catálogo Mijac Music do Rei do Pop, que inclui músicas de Ray Charles, Elvis e Aretha Franklin, deu a Jackson um grande impulso este ano, atraindo um novo investimento de US$ 30 milhões em 2021. 

Sua própria discografia de sucessos, incluindo "Billie Jean", “Beat it” e “Rock With You”, acumularam 1,3 bilhão de streams.  

Banner will be placed here

4- Charles Schulz 

  • Ganhos em 2021: US$ 40 milhões (4º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 32,5 milhões (3º)
  • Data da morte: 12 de fevereiro de 2000 (77)
  • Causa: câncer

O cartunista americano, Charles Monroe Schulz, criador da série Peanuts e dos personagens Charlie Brown, Snoopy e sua turma, gerou mais de  US$ 47 milhões a mais em receita neste ano fiscal em comparação a 2020, para um total de US$ 157 milhões.

Parte disso vem de um acordo com a Apple TV +, onde a segunda temporada de Snoopy in Space! está programado para começar a transmissão na sexta-feira, 12 de novembro. 

5- Dr. Seuss

  • Ganhos em 2021: US$ 35 milhões (5º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 33 milhões (2º)
  • Data da morte: 24 de setembro de 1991 (87 anos)
  • Causa: câncer

Theodor Seuss Geisel, mais conhecido como Dr. Seuss, vendeu quase 7 milhões de livros impressos nos Estados Unidos no ano passado.

Além disso, um acordo de licenciamento entre a Netflix e a Dr. Seuss Enterprises, quase dobrou os ganhos médios do autor nos últimos cinco anos.

A segunda temporada da série de animação Green Eggs and Ham estreia em 5 de novembro no Netflix.

6- Bing Crosby

  • Ganhos em 2021: US$ 33 milhões (6º lugar)
  • Ganhos em 2020: Estreante
  • Data da morte: 14 de outubro de 1977 (75 anos) 
  • Causa: câncer

O popular cantor e ator norte-americano fez sua estreia na lista depois que seus herdeiros venderam uma participação nos royalties de suas gravações principais, incluindo mais de 1.600 canções, nome e imagem, por cerca de US$ 30 milhões. 

Bing imortalizou a canção "White Christmas" e sua voz se transformou em sinônimo do Natal.

Os amantes da data escutaram a música 87 milhões de vezes em 2020. 

O objetivo de Harry, filho de Crosby e sócio da firma de private equity Trilantic North America, com a venda é estender a influência cultural de seu pai muito além da temporada de final de ano. 

7- Elvis Presley

  • Ganhos em 2021: US$ 30 milhões (7º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 23 milhões (5º)
  • Data da morte: 16 de agosto de 1977 (42 anos)
  • Causa: ataque cardíaco

Com Graceland, sua casa transformada em museu, se aproximando dos níveis de frequência anteriores à Covid, o império do Rei do Rock está se recuperando e conquistando novas parcerias.

Incluindo o Elvis Presley Channel da Cinedigm, que estreia em seu aniversário, 8 de janeiro, e promete conteúdo de arquivo, shows e muito mais. 

A Netflix também vai estrear uma série de animação para adultos chamada 'Agent King', na qual Elvis fingiu sua própria morte para combater o crime em um programa secreto de espionagem do governo.

8- Arnold Palmer

  • Ganhos em 2021: US$ 27 milhões (8º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 25 milhões (4º)
  • Data da morte: 25 de setembro de 2016 (87 anos)
  • Causa: doença cardíaca

Após uma temporada encurtada pela pandemia, os torneios de golfe estão de volta e com eles o Exército de Arnie, como são chamados sua legião de fãs.

O acordo que Arnold Palmer assinou com a Arizona Beverages para sua bebida de chá gelado com limonada também traz milhões.

A versão nova versão teve um crescimento de 15% nas vendas este ano, de acordo com Molson Coors.

9- Gerry Goffin

  • Ganhos em 2021: US$ 23 milhões (9º lugar)
  • Ganhos em 2020: Estreante
  • Data da morte: 19 de junho de 2014 (75 anos) 
  • Causa: Causas naturais

O letrista Gerry Goffin co-escreveu mais de 50 sucessos do Top 40 com sua primeira esposa, Carole King em meados da década de 1960,que foram gravadas por artistas como The Shirelles, The Drifters, Bobby Vee e Steve Lawrence. 

Nos anos 80 e 90 ele produziu “Savin 'All My Love for You”, a música que fez de Whitney Houston uma estrela e lançou seu segundo álbum Back Room Blood com os colaboradores Bob Dylan e Barry Goldberg. 

A venda de parte de seu catálogo por cerca de US$ 20 milhões o coloca na lista das celebridades mortas que mais faturaram em 2021.

10- Luther Vandross

  • Ganhos em 2021: US$ 21 milhões (10º lugar)
  • Ganhos em 2020: Estreante
  • Data da morte: 1 de julho de 2005 (54 anos)
  • Causa: AVC

O cantor e compositor de música soul Luther Vandross juntou-se ao grupo graças a um acordo com a Primary Wave que foi fechado recentemente.

Seus herdeiros embolsaram cerca de US$ 20 milhões por uma participação em seus fluxos de receita de publicação e gravação, que incluem canções como sua canção inovadora de 1981 "Never Too Much", o primeiro single de seu álbum de mesmo nome que subiu nas paradas e rendeu duas indicações ao Grammy. 

Vandross vendeu 40 milhões de discos em todo o mundo ao longo de sua carreira de 30 anos. 

11- Bob Marley

  • Ganhos em 2021: US$ 16 milhões (11º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 14 milhões (8º)
  • Data da morte: 11 de maio de 1981 (36 anos)
  • Causa: câncer

A marca da estrela do reggae, que inclui alto-falantes, toca-discos, fones de ouvido, roupas e isqueiros, se expandiu para psicodélicos, graças a um contrato de licença plurianual exclusivo com a Silo Wellness Inc. em junho para desenvolver uma linha de produtos de cogumelos chamada Marley One. 

Seus ouvintes sempre voltam a seus sucessos como "Is This Love" e "Jamming", transmitindo de forma consistente suas músicas 1 bilhão de vezes por ano nos Estados Unidos.

12- Juice WRLD

  • Ganhos em 2021: US$ 15 milhões (12º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 15 milhões (7º)
  • Data da morte: 8 de dezembro de 2019 (21 anos)
  • Causa: overdose

Jarad Higgins, mais conhecido por seus 13 milhões de seguidores no Twitter e Instagram como “Juice WRLD”, é o músico mais tocado na lista com 5,6 bilhões de streams nos Estados Unidos, que constituem a maior parte de seus ganhos neste ano. 

Em maio, sua equipe lançou uma edição de aniversário de seu segundo álbum Goodbye & Good Riddance com duas canções adicionais. 

Um documentário sobre sua vida vai estrear no AFI Fest no próximo mês. 

13- John Lennon

  • Ganhos em 2021: US$ 12 milhões (13º lugar)
  • Ganhos em 2020: US$ 13 milhões (9º)
  • Data da morte: 8 de dezembro de 1980 (40 anos)
  • Causa: Homicídio

O clássico “Imagine” de John Lennon e Yoko Ono comemorou em 2021 seu 50º aniversário em setembro com a letra “imagine todas as pessoas vivendo em paz” projetada em prédios em Nova York e Londres. 

Sua parte nas canções dos Beatles também continua a render bons frutos. 

Banner will be placed here

Essas celebridades já morreram (algumas, há bastante tempo), mas continuam faturando milhões não importa quanto tempo passa.

Mais do que a sua liberdade financeira em vida, também construíram um legado e garantiram uma renda contínua aos que ficaram.

Descubra você também como construir uma fortuna resistente ao tempo e à morte.

Aprenda a investir como os milionários, mas nunca se esqueça da importância do planejamento sucessório.