12 BDRs para Receber R$ 1 Mil em Dividendos
| ,

12 BDRs para Receber R$ 1 Mil em Dividendos

Saiba quanto investir em ações de empresas estrangeiras para receber R$ 1 mil em dividendos.

Por
Atualizado em 10/09/2021

Os Brazilian Depositary Receipt (BDRs) são uma importante alternativa para os investidores da bolsa de valores brasileira que buscam uma carteira diversificada.

O perfil de investidor disposto a assumir algum risco para se favorecer com a valorização de moedas estrangeiras pode se beneficiar com certificados de ações de empresas do exterior.

Além de expor parte do seu dinheiro ao mercado externo, investir nas maiores empresas do mundo através dos BDRs também pode render dividendos regulares a você.

Por isso, se seu interesse for nos proventos que são distribuídos pelas companhias estrangeiras e podem chegar na sua conta através de ativos listados na B3, é importante compará-los.

A comparação entre os BDRs pagadores de dividendos é importante para descobrir quanto é necessário investir para receber a quantia que você deseja.

Então, você está pronto para conhecer 12 BDRs para você receber R$ 1 mil em dividendos?

Leia até o final e saiba quanto investir em certificados de ações estrangeiras para receber R$ 1 mil em dividendos, de acordo com os maiores dividend yield.

Quanto Investir em BDR por R$ 1 mil em Dividendos

Veja o ranking com os 12 maiores dividend yield entre os BDRs e saiba quanto investir em cada ativo para receber R$ 1 mil em dividendos.

#BDRNomeDYInvestir (R$)
1TEXA34Texas5,9%16,9 mil
2VLOE34 Valero Energy4,4%22,7 mil
3ATTB34AT&T3,7%27,02 mil
4CHVX34 Chevron3,7%27,02 mil
5PHMO34Philip Morris3,4%29,4 mil
6EXXO34Exxon Mobil3,3%30,3 mil
7KHCB34 Kraft Heinz2,9%34,5 mil
8ABBV34Abbvie2,5%40 mil
9IBMB34IBM2,4%41,7 mil
10XRXB34Xerox2,3%43,5 mil
11WUNI34Western Union2,2%45,4 mil
12MMMC343M2,1%47,6 mil

Fonte: GuiaInvest (08/09/2021)

É importante ressaltar que para quem investe em BDRs, existe uma cobrança de distribuição dos proventos pelo banco emissor do certificado, que varia de 3% a 5%.⁠

Banner will be placed here

BDRs Pagadores de Dividendos

Conheça mais sobre as empresas que apresentam os maiores dividend yield entre os BDRs na bolsa de valores brasileira.

Texas (TEXA34)

Dividend yield: 5,9%

Investimento: R$ 16,9 mil

Setor: Tecnologia

A companhia que distribui a maior taxa de dividendos entre os BDRs atualmente é a Texas (TEXA34), que apresenta dividend yield de 5,9%, com preço de R$ 66,91.

Com esse DY, seria preciso investir R$ 16,9 mil no certificado de ações para receber R$ 1 mil em dividendos.

A Texas Instruments é uma empresa de tecnologia norte-americana, fundada em 1951, que tem suas ações negociadas originalmente na bolsa de valores Nasdaq.

Cada ação americana equivale a 15 certificados negociados na bolsa de valores brasileira, onde os papéis da empresa possuem volume diário médio, nos últimos 21 dias, de R$ 1,81 milhão. 

Em 2021, a Texas distribuiu R$0,7160 em proventos por cada BDR, uma alta de 16,84% em comparação aos R$ 0,6120 distribuídos em 2020.

A partir da cotação da TEXA34 no fechamento da B3 nesta quarta-feira (8), o BDR da companhia teve valorização de +49,16% nos últimos 12 meses.

Valero Energy (VLOE34)

Dividend yield: 4,4%

Investimento: R$ 22,7 mil

Setor: Combustíveis

O BDR da companhia Valero Energy (VLOE34), com o preço de R$ 169,68, apresenta um dividend yield de 4,4%.

Com esse indicador, seria necessário investir R$ 22,7 mil no certificado de ações para receber R$ 1 mil em dividendos.

A norte-americana Valero Energy Corporation, fundada em 1980, tem suas ações negociadas na New York Stock Exchange (NYSE).

Já na bolsa de valores brasileira, cada papel estrangeiro da empresa equivale a 2 BDRs, apresentando o volume médio diário de negociação de R$ 174,14 mil.

Neste ano, a Valero distribuiu R$ 5,2719 em proventos por cada BDR, uma alta de 8,32% em comparação aos R$ 4,867 distribuídos em 2020.

Atualmente, com a cotação de R$ 169,68, o BDR VLOE34 apresenta valorização de +24,21% nos últimos 12 meses.

AT&T (ATTB34)

Dividend yield: 3,7%

Investimento: R$ 27,02 mil

Setor: Telecomunicações

Na terceira colocação da lista, o BDR da AT&T (ATTB34) apresenta dividend yield de 3,7%, considerando o valor de R$ 49,04.

Com esse DY, seria necessário investir R$ 27,02 mil no certificado de ações para receber R$ 1 mil em dividendos.

Fundada em 2000, a companhia norte-americana é a segunda maior companhia de telecomunicações nos Estados Unidos e em Porto Rico, possuindo mais de 80 milhões de assinantes.

O seu mercado de capital original de negociações também é a NYSE, onde uma ação americana pode ser convertida em 3 certificados de depósitos (BDRs).

O ativo da AT&T no Brasil apresenta, em média, um volume diário médio de R$ 1,19 milhão.

Em 2021, a AT&T distribuiu R$ 1,7860 em proventos por cada BDR, uma alta de 3,89% em comparação aos R$ 1,7191 distribuídos em 2020.

Pelo fechamento desta quarta-feira (8), a R$ 49,04, o BDR ATTB34 registrava desvalorização de -4,23% nos últimos 12 meses.

Chevron (CHVX34)

Dividend yield: 3,7%

Investimento: R$ 27,02 mil

Setor: Combustíveis

Os BDRs da Chevron (CHVX34) são responsáveis por um dividend yield de 3,7%, de acordo com a cotação de R$ 51,46.

Com esse indicador de proventos, seria preciso investir R$ 27,02 mil no BDR para receber R$ 1 mil em dividendos.

A Chevron, petrolífera fundada em 1879, tem ações negociadas na bolsa de valores de Nova York, a NYSE, convertidas em 10 certificados na B3, que apresentam volume médio diário de R$ 1,7 milhão.

Neste ano, a Chevron distribuiu R$ 1,3990 em proventos por cada BDR, uma alta de 10,34% em comparação aos R$ 1,2680 distribuídos em 2020.

Pela cotação de R$ 51,46, no fechamento desta quarta-feira, o preço da CHVX34 valorizou 22,02% nos últimos 12 meses.

Philip Morris (PHMO34)

Dividend yield: 3,4%

Investimento: R$ 29,4 mil

Setor: Cigarros e fumo

A Philip Morris (PHMO34) é responsável por um BDR com um dividend yield de 3,4%, considerando o preço de R$ 272,69.

Com isso, para receber R$ 1 mil em dividendos pela PHMO34 é preciso investir R$ 29,4 mil.

Fundada em 1847, a Philip Morris International tem ação negociada originalmente na NYSE, podendo ser convertida em 2 BDRs na B3, onde registra volume médio R$ 938,37 mil.

Em 2021, a companhia distribuiu R$ 6,1845 em proventos por cada BDR, uma alta de 7,15% em comparação aos R$ 5,7717 distribuídos em 2020.

Atualmente o BDR PHMO34 apresenta valorização de +26,33% nos últimos 12 meses.

Exxon Mobil (EXXO34)

Dividend yield: 3,3%

Investimento: R$ 30,3 mil

Setor: Combustíveis

A Exxon Mobil (EXXO34) aparece entre os BDRS com maiores taxas de dividendos com um dividend yield de 3,3%, considerando sua cotação a R$ 72,02.

Com esse indicador, para receber R$ 1 mil em dividendos pela EXXO34 é preciso investir R$ 30,3 mil.

A multinacional norte-americana foi fundada em 1999 a partir da fusão da Exxon com a Mobil, criando uma referência no setor de petróleo e gás.

Cada ação da Exxon Mobil negociada na NYSE pode ser convertida em 4 BDRs na B3, onde registra volume médio diário, nos últimos 21 dias, de R$ 635,51 mil.

Neste ano, a companhia distribuiu R$ 1,3990 em proventos por cada BDR, uma alta de 8,16% em comparação aos R$ 1,2680 distribuídos em 2020.

Atualmente no valor de R$ 78,67 por BDR, a EXXO34 apresenta valorização de +46,53% no último ano.

Riscos e Custos de Investir em BDRs

A primeira coisa que você pensar em relação aos riscos nos investimentos em BDR é que esse é um ativo de renda variável, o que, naturalmente, envolve um nível de risco maior se comparado a outros tipos de investimentos. 

Por isso, na hora de investir em um Brazilian Depositary Receipt você deve procurar o máximo de informações sobre o ativo em si e também sobre o mercado como um todo, incluindo o mercado de origem da ação envolvida no ativo. 

Procure entender sobre o funcionamento dos BDRs, sobre o mercado externo e principalmente sobre a empresa envolvida na operação.

Além disso, assim como quase todo investimento de renda variável, os BDRs também estão sujeitos a alguns custos, que incluem, taxa de corretagem e taxa de custódia

A taxa de corretagem é cobrada pela corretora de valores para as operações de compra e venda do ativo por meio de suas plataformas.

Já a taxa de custódia é cobrada pela instituição para o armazenamento dos seus ativos.

Tanto a taxa de corretagem quanto a taxa de custódia podem variar entre uma corretora e outra, por isso, na hora de escolher qual instituição vai usar para fazer seu investimento não deixe de conferir esses custos para garantir a melhor possibilidade de retorno.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é BDR – Brazilian Depositary Receipt, consulte o artigo completo sobre BDR – Brazilian Depositary Receipt.

E considerando que o BDR possui uma tendência de maior risco nos investimentos, se torna ainda mais importante conhecer o seu perfil de investidor.

Realizando o seu teste de perfil de investidor você saberá onde investir sem correr riscos desnecessários.

Se você busca rentabilizar seu patrimônio através da bolsa de valores e de bons dividendos, baixe aqui o relatório TOP 10 – Ranking Ações de Dividendos.

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE