Como forma de despedida do ano, hoje é um dia para lembrarmos de alguns aprendizados que adquirimos ou que reforçamos em 2021.

Aprender com erros do passado para evitá-los no futuro faz parte da formação do investidor.

Sempre erraremos. O que não podemos é cair fora do jogo.

Hoje vou trazer uma lista de 10 aprendizados que 2021 nos deu que vão nos ajudar a atravessar 2022 como investidores mais preparados.

Vamos a eles.

O ano de 2021 mostrou que uma inversão na curva de juros impacta fortemente o preço até mesmo de ações com bons fundamentos.

Empresas com fluxo de caixa projetados para um futuro muito distante são as principais afetadas.

  • Aprendizado 2: Tudo aquilo que você já sabe que vai acontecer está no preço.

A retomada com as vacinas foi precificada em 2020. A redução de estímulos do Fed também.

As eleições 2022 trarão volatilidade, mas o mercado não será surpreendido com nenhum candidato.

Como Investir no Cenário Econômico Atual? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

  • Aprendizado 3: O excesso de IPOs é um sinal de mercado eufórico.
  • Aprendizado 4: Investir em nomes excêntricos em IPOs pode ser uma grande armadilha.
  • Aprendizado 5: No Brasil tudo muda a toda semana, mas depois de 10 anos, nada mudou. 

Não temos vocação para extremos do mercado financeiro. Nunca seremos Venezuela, nem nunca seremos Suíça. Seremos sempre Brasil.

Lembre-se disso na hora que as eleições estiverem revirando seu estômago.

  • Aprendizado 6: Nada necessariamente fica barato porque o preço caiu.

Nada necessariamente fica caro porque subiu. Sempre pense o quanto cada ativo pode entregar daqui para frente. O que passou, passou.

Quando você acorda, todos os dias, se questiona: “esse é o melhor portfólio que eu posso fazer HOJE dados os preços atuais?”.

Se a resposta for negativa, há algo de errado e mudanças são necessárias nos seus investimentos.

  • Aprendizado 7: Comprar um bom negócio a um preço atrativo não é o mesmo que comprar um ativo que não vai cair.

Se isso incomoda você, talvez a bolsa de valores não seja para você.

Mesmo quando a Taxa Selic estava em 2% ao ano, era importante ter reserva de oportunidade.

Sempre pense na composição do portfólio ao invés de focar apenas em uma classe de ativos.

  • Aprendizado 9: O Poder Executivo não aprova nenhuma reforma sem uma boa relação com os 3 Poderes.

Ruim governar com o Centrão, pior sem ele. Os governos de FHC, Lula I e Michel Temer só aprovaram suas reformas propostas pela boa relação com o Centrão.

Não há juízo de valor nisso. É apenas uma constatação.

Como Investir no Cenário Econômico Atual? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

  • Aprendizado 10: Momento de otimismo e de visibilidade boa são os mais perigosos.

Em junho a retomada econômica parecia encaminhada e se esperavam reformas. Tudo parecia dado como certo. 

O Ibovespa estava em 130 mil pontos. Quem comprou ações naquele momento de otimismo sofreu uma perda de 30% em 6 meses.

Hoje o contrário é verdadeiro. Temos mil riscos no radar e um clima de pessimismo. A visão à frente é nebulosa.

Mas as cotações estão deprimidas. Agora é a hora de se posicionar na bolsa brasileira.

Esperar qualquer definição antes de comprar as ações é como querer comprar um seguro após o carro bater.

Nosso colega Eduardo Voglino tem as melhores teses de investimento para 2022.